19/12/2018

7 dicas para você viajar com bebê no avião tranquilamente

Viajar com bebê no avião é um desafio para muitos pais. Afinal, se as viagens mais longas incomodam alguns adultos, imagine essa situação entre os pequenos que precisam de um cuidado maior.

Para que o percurso seja confortável é importante preparar uma boa mala de mão e ter todos os itens necessários para o cuidado da criança, além de seguir algumas recomendações.

Quer saber quais são elas? Continue a leitura e veja as dicas para viajar com bebê no avião tranquilamente e aproveitar todos os momentos do percurso!

1. Escolha o melhor horário para viajar com bebê no avião

A escolha do horário dependerá do perfil da criança. Para uma viagem longa, a melhor estratégia é optar por voos noturnos, assim, o bebê, provavelmente, conseguirá dormir na maior parte do voo e não sentirá tanto incômodo durante o trajeto. 

Se ele costuma tirar longos cochilos na parte da manhã ou da tarde, viajar durante esse período pode ser uma boa opção, especialmente para voos de média duração.

Agora, se o bebê dorme pouco durante o dia e tem dificuldade para dormir em locais diferentes, a melhor alternativa será um voo diurno. Dessa forma, você mantém a rotina de sono noturno no destino.

2. Leve o bebê ao médico alguns dias antes da viagem

Outra dica significativa é marcar uma consulta com o pediatra para que ele avalie a saúde do bebê e indique os remédios mais adequados para enjoo, gases, febre etc.

Essa também é uma oportunidade para você esclarecer as suas dúvidas sobre os cuidados com o pequeno durante o voo e na viagem.

3. Separe a documentação necessária para o embarque

Para viajar com bebê no avião é preciso estar com a documentação dele em mãos. Para destinos nacionais você deve apresentar a certidão de nascimento original ou o documento de identidade.

Em destinos internacionais é obrigatório o uso do passaporte para todas as idades, com exceção dos países da América do Sul pertencentes ao Mercosul, em que é possível ingressar com o RG.

Além disso, se a viagem para o exterior for realizada com apenas um dos pais será necessário apresentar uma autorização do responsável que não embarcará.

Também é recomendado levar a carteira de vacinação da criança, assim, se houver algum problema durante o passeio você terá todas as informações por perto.

4. Prepare a mala de mão com atenção

Bebês e crianças com até dois anos viajam no colo gratuitamente ou mediante uma pequena porcentagem da tarifa do adulto, e não contam com franquia de bagagem. Por isso, todos os itens necessários para viajar com o bebê no avião devem ser acomodados na mala de mão.

Você poderá embarcar com uma mala de mão, seguindo as regras de dimensão e peso, e mais um artigo pessoal, que nesse caso será uma bolsa ou mochila para os objetos infantis.

Na mala de mão é recomendado colocar algumas trocas de roupa para você e para o bebê, além dos seus produtos de higiene e outros artigos para a viagem. Já a bolsa, deve acomodar todos os itens que podem ser úteis durante o voo, tais como:

  • fraldas, pomada e lenço umedecido;
  • trocador ou fraldário portátil;
  • mamadeira vazia para água ou suco;
  • leite em pó separado em medidas, se for o caso;
  • itens para alimentação do bebê durante o voo;
  • medicamentos indicados pelo pediatra;
  • pano de boca;
  • uma manta pequena ou blusa de frio;
  • duas trocas de roupa;
  • brinquedos silenciosos para distrair o bebê ao longo do voo.

A maioria das aeronaves conta com trocador dentro do banheiro, mas se não houver essa estrutura ou você achar desconfortável, utilize o assento para substituir a fralda do bebê. É importante fazer a troca sempre que necessário para não aumentar o incômodo da criança durante a viagem.

5. Separe a alimentação do bebê

Quem vai viajar com bebê no avião deve embarcar com todos os itens indispensáveis para a alimentação dele. Sendo assim, separe os alimentos que ele está acostumado a comer para levar na viagem, tais como frutas desidratadas e papinhas que não precisam de muita refrigeração, biscoito, leite em pó, entre outros.

Evite dar alimentos novos para o bebê muito próximo à data da viagem e ofereça uma alimentação leve para minimizar os riscos de enjoo durante o percurso.

Outra dica significativa é tentar manter a rotina de alimentação do bebê ao longo do trajeto. Amamente ou dê a mamadeira no horário que ele está acostumado para evitar irritação devido à fome.

6. Ofereça líquidos durante o pouso e a decolagem

Você já viajou com crianças chorando durante o pouso ou a decolagem? Isso é bastante comum e acontece devido à mudança brusca de pressão, que pode causar dor de ouvido.

Para evitar essa situação é fundamental amamentá-lo ou oferecer algo para ele sugar durante a decolagem e a aterrissagem, como mamadeira ou chupeta.

7. Leve itens para entreter o bebê durante o voo

Bebês pequenos costumam ficar confortáveis no colo dos pais durante a viagem de avião. Já no caso de crianças entre um e dois anos mantê-las no assento pode ser um desafio. Por isso, a dica é separar objetos para entretê-las no decorrer do voo. Leve brinquedos silenciosos, livros e outros itens que ajudem a distrair.

O entretenimento de bordo também é uma boa opção já que, geralmente, as companhias aéreas contam com programação infantil.

Se ele ficar muito irritado e não se interessar pelos brinquedos e vídeos procure manter a calma, pois o nervosismo dos pais afeta o humor da criança. Cantar uma música ou desviar a atenção dele para outros locais pode ser positivo nesse momento. Se for permitido levantar, ande com ele pelo corredor para tentar acalmá-lo.

Essas são as principais dicas para viajar com bebê no avião. Com uma certa organização você conseguirá reduzir os desconfortos durante o voo e garantirá uma experiência positiva para todos.

Achou o conteúdo interessante? Então, compartilhe este texto em suas redes sociais para ajudar os seus amigos e familiares na organização de uma viagem com bebê!

 

,