11/01/2019

Diário de bordo BR: confira os melhores destinos nacionais

Pensando nisso, selecionamos as alternativas de maior destaque em cada parte do território brasileiro. Você perceberá que, com relação à capacidade de proporcionar viagens inesquecíveis, o nosso país está muito bem servido!

Então, que tal conhecer mais detalhes sobre cada um desses destinos? Acompanhe-os na sequência, divididos por regiões e seus respectivos estados ou capitais, e boa viagem!

Melhores destinos da Região Norte

Começamos nosso guia pelo topo, desvendando um pouco do que a deslumbrante região Norte tem a oferecer. É lá que estão os estados do Amazonas, Pará e Tocantins.

Amazonas

O Amazonas é famoso pela vasta parcela da Floresta Amazônica. Além disso, trata-se do estado que detém a maior faixa territorial do país. Para se ter uma ideia, a área é composta por 1,6 km² de extensão. Em termos comparativos, isso corresponde a cerca de cinco vezes a dimensão do território alemão.

Ao sobrevoar a área, você e sua família já podem se surpreender com a impressionante vista lá do alto. Afinal, a vasta área forma um belo tapete verde — nada mal para um início de viagem. Dentro do estado, vale a pena dar atenção a pelo menos duas cidades: Manaus e Parintins.

Manaus

Em primeiro lugar, esqueça aquela típica imagem de uma cidade situada no meio do mato. Manaus é uma capital que surpreende os turistas, pois os aspectos urbanos estão cada vez mais intensos.

Evidentemente, o município mantém uma forte ligação com os recursos naturais característicos da região — isso fica bem claro por meio dos parques locais. A capital amazonense ainda oferece um dos mais clássicos teatros nacionais.

Museu da Amazônia — reserva Ducke

Esse museu está localizado nas dependências do jardim botânico Adolpho Ducke. Trata-se de um dos passeios mais recomendados para se fazer com a família, pois contempla uma ampla área de floresta nativa. O museu vale a visita pela presença de utensílios de comunidades indígenas da região.

Mas o que encanta mesmo são as caminhadas pela área verde. Guiado por um especialista, você pode optar por cinco trilhas. Entre uma surpresa e outra, prepare-se para deparar com árvores centenárias. Existe ainda um mirante, o qual propicia uma bela vista panorâmica do local.

Bosque da Ciência

Um dos destaques do bosque é uma passarela de concreto, de onde é possível ter uma visão privilegiada da área verde. Na Casa da Ciência são exibidas palestras. A diversão maior das crianças fica por conta das ariranhas e dos simpáticos peixes-boi.

Pará

Ainda na região Norte, o estado do Pará é o mais habitado, com quase 8 milhões de pessoas. Os principais locais indicados para visitas são a capital Belém, a cidade de Santarém e, é claro, a famosa Ilha de Marajó.

Belém

A capital paraense impressiona pelo ar de metrópole inserida no meio de um esplendoroso reduto verde. Uma vez lá, você e sua família vivenciarão a experiência de uma chuva diária. Sim, Belém sempre é agraciada pela chuva quando a tarde começa a se despedir.

Ao caminhar pelas vias da capital, as mangueiras são essenciais para amenizar o intenso sol — característico da cidade. Ao redor, há dezenas de prédios históricos (com 300 e 400 anos de idade).

Mercado Municipal de Belém

O Mercado Municipal de Belém recebe o inusitado nome “Ver-o-Peso”. Com uma estrutura férrea de origem europeia (chegou aqui por volta do século 19), o dia no mercado começa já no meio da madrugada. Ainda não são nem 4h quando os pescadores iniciam o processo de entregas.

Na ala interna, os visitantes e moradores têm à disposição uma série de pescados frescos e da mais alta qualidade. Na parte externa, aproveite para conhecer uma feira muito saborosa. Lá, você encontra diversos alimentos típicos de Belém e região, como ervas, temperos e frutas. Destaque para a maniçoba, uma iguaria preparada com as folhas trituradas da mandioca, carne suína e condimentos locais.

Tocantins

Em comparação com os demais estados brasileiros, o Tocantins é novo, já que existe oficialmente desde 1989. Graças à abertura de novas estradas, atualmente é possível visitar o imperdível Parque Estadual do Jalapão e a belíssima Ilha do Bananal.

Parque Estadual do Jalapão

Ao longo dos seus quase 35 mil km², o parque localizado na cidade de Ponte Alta tem uma rica biodiversidade de fauna e flora. Além disso, oferece diversos atrativos ao turismo familiar, como:

  • passeios em dunas;
  • variadas composições rochosas;
  • corredeiras;
  • chapadas;
  • cachoeiras.

Ilha do Bananal

Bananal ostenta o título de maior ilha fluvial do planeta. Trata-se de um verdadeiro centro ecológico que ganha ares sagrados. Prova disso é o controle de acesso ao local.

Vale muito a pena conhecer o Parque do Cantão, localizado na cidade de Caseara, que é habitado por diversos animais, como:

  • tartarugas;
  • ariranhas;
  • aves — aproximadamente 500 espécies.

Melhores destinos do Nordeste

A região Nordeste quase dispensa apresentações, uma vez que ela é uma das mais visitadas do país. Os pontos altos indicados são os estados de Alagoas, Bahia e Pernambuco.

Alagoas

A cada nova visita, Alagoas encontra diferentes formas de fascinar os turistas. O nome do estado não é à toa, pois a região é marcada por incontáveis lagoas, que conferem um toque todo especial ao local. Além da capital Maceió, aproveite para relaxar em São Miguel dos Milagres.

Maceió

Motivos para ir a Maceió não faltam. Mas basta mencionar as praias de Ponta Verde e Pajuçara, ambas caracterizadas pela providencial arborização de coqueirais. Em Pajuçara, uma ótima dica é experimentar o tradicional passeio de jangadas, que cortam as piscinas naturais da região. Há também objetos de artesanato da clássica feira local.

São Miguel dos Milagres

Se o objetivo for ficar em um local mais tranquilo e isolado, um dos destinos nacionais que merecem atenção é São Miguel dos Milagres. Esse é um lugar ideal para curtir uma bela paisagem e no mais absoluto sossego. Os recifes de lá também formam piscinas naturais.

Bahia

Outro destino mais do que recomendável para viajar com a família é o glorioso estado da Bahia. Dono de uma das regiões litorâneas mais espetaculares do Brasil, o território baiano tem muito a oferecer.

Tanto é que uma ou duas viagens são insuficientes para conhecer as maravilhas locais. Há muito o que fazer por lá, mas, por ora, fique por dentro de duas atrações “obrigatórias”.

Parque Nacional da Chapada Diamantina

O que dizer a respeito desse santuário chamado de Chapada Diamantina? Ao chegar ao Morro do Pai Inácio e percorrer as formações rochosas da Chapada, a impressão é de que ela não termina.

A área total corresponde a inacreditáveis 1.500 km². No interior, você encontra tudo o que o turismo pode ofertar de melhor:

  • vales extremamente profundos;
  • cachoeiras;
  • grutas.

Arraial d’Ajuda

Situada a cerca de 4 km de Porto Seguro, Arraial d’Ajuda é um vilarejo encantador. Esse é mais um daqueles destinos calmos, feitos para apreciar a vista em família. O conjunto da obra é feito de um oceano de águas cristalinas e coloridas.

Uma das praias locais mais aconselháveis é a de Pitinga, devido às falésias. Em se tratando de paz e tranquilidade, a praia de Taípe é uma excelente pedida, pois costuma receber poucos turistas ao mesmo tempo.

Pernambuco

Esse é um estado que exibe traços marcantes da influência de holandeses e portugueses — os povos que colonizaram a região por volta do longínquo século 16. Essa mescla de culturas pode ser vista nos prédios históricos e degustada por meio da gastronomia.

A mistura de ritmos musicais é outro ponto forte dos pernambucanos. É lá que nasceu, sob a figura de Chico Science, uma das cenas mais importantes do país: o manguebeat. Em matéria de turismo com crianças, Pernambuco também é um dos destinos nacionais campeões.

Fernando de Noronha

Sim, Pernambuco possui um arquipélago muito desejado pelos brasileiros. Fernando de Noronha reúne uma beleza ímpar, e se evidencia em muitos pontos, mas vamos destacar as baías dos Porcos e do Sancho.

Entre tantas maravilhas que só Fernando de Noronha pode oferecer, não deixe de mergulhar com a companhia ilustre de tartarugas marinhas e golfinhos. Essas duas experiências ficarão mantidas eternamente na memória de toda a família. Para completar, uma dica é acompanhar o pôr do sol a partir do mirante do Boldró.

Porto de Galinhas

Mais uma vez, você estará diante de uma região agraciada por um mar de águas cristalinas. Com os pequenos, um dos locais mais indicados é a praia do Muro Alto. A barragem que dá nome ao lugar resulta na formação de diversas piscinas naturais.

A temperatura dessas águas é morna, ideal para levar bebês. Quando passar por lá, não deixe de conhecer o Projeto Hippocampus, que ajuda a preservar cavalos marinhos.

Melhores destinos do Sudeste

O Sudeste contempla as maiores aglomerações urbanas do Brasil. Mas também abriga uma boa parcela de áreas verdes, como parte da saudosa Mata Atlântica, e as opções de destinos são bem diversificadas. Com objetividade, vamos explorar um pouco as principais cidades da região.

Rio de Janeiro

A capital fluminense tem incontáveis atrativos. Que tal usufruir da brisa da manhã, enquanto passeia ao longo da Lagoa Rodrigo de Freitas? Uma passada na Igreja de São Francisco da Penitência e no Jardim Botânico é igualmente tentadora.

Igreja de São Francisco da Penitência

Com uma fachada relativamente singela, essa igreja é um marco da arte barroca em solo brasileiro. A maior parcela da arte magnífica que se observa na parte interna se deve ao trabalho de Francisco Xavier de Brito.

Reconhecido como o grande mestre do famoso Aleijadinho, o referido artista deu vida a uma das mais tocantes arquiteturas nacionais. Só mesmo estando na igreja para compreender o efeito que ela provoca nos visitantes. Quando estiver por lá, repare no esmero dos detalhes e no brilho interno causado pelos tons dourados.

Jardim Botânico

Talvez, o Jardim Botânico carioca seja o mais querido dos brasileiros. Alguns detalhes ajudam a desenvolver essa forte ligação com o lugar. Afinal, o jardim é secular — foi erguido na época em que a família de Dom João VI esteve no Brasil.

Ao todo, a área abriga aproximadamente dez espécies de vegetais. Isso já foi o suficiente para que o Jardim Botânico fosse tombado pela Unesco. Mas o local ainda conta com estufas e um cactário. As crianças certamente vão fazer a festa! Para desfrutar do jardim com calma, vale a pena reservar algumas horas da manhã e da tarde.

São Paulo

A maior cidade brasileira não poderia ficar de fora dessa lista de melhores destinos nacionais. São Paulo é uma capital que causa os mais variáveis sentimentos.

Boa parcela disso se deve ao mosaico, por meio do qual a metrópole se revela. Enquanto caminha pela cidade, note as fachadas das construções históricas, que coexistem harmonicamente com grafites e arquiteturas modernas.

Parque do Ibirapuera

Considerando que você seja novato ou não em território paulistano, o Parque do Ibirapuera sempre é uma boa pedida. Se estiver com a família, o passeio se torna ainda mais recomendado.

Avenida Paulista

Outro ponto que merece uma visita com os pequenos é a Avenida Paulista. Prefira ir em um domingo, dia no qual a parte central da via é exclusiva para o trânsito de pedestres. Também é na Paulista que está situado o MASP - Museu de Arte de São Paulo, um dos museus mais imponentes e importantes do país.

Belo Horizonte

O charme do interior de Minas dá o tom ao restante do estado. Porém, a capital mineira é mais uma cidade que engana os viajantes que tentam estereotipá-la. Não se iluda, pois Belo Horizonte tem todas as características de uma metrópole.

Praça da Liberdade

Guardadas todas as proporções do mundo, a Praça da Liberdade é como se fosse uma versão em miniatura de parques estrangeiros. Coincidentemente, o projeto dos jardins foi concebido a partir daqueles presentes no Palácio de Versalhes.

Além do intenso verde, a área é rodeada por suntuosas construções históricas, que atualmente abrigam (entre outros) os seguintes espaços:

  • Museu Mineiro;
  • Memorial Minas Gerais;
  • Palácio da Liberdade.

Igreja de São Francisco de Assis

Essa obra é resultado da criatividade de dois gênios: o pintor Cândido Portinari e o arquiteto Oscar Niemeyer. As curvas idealizadas por Niemeyer não poderiam ser mais bem-acabadas do que pelos azulejos azuis pintados por Portinari. A igreja está situada no famoso bairro da Pampulha.

Melhores destinos do Sul

Ao Sul, nós temos a trinca formada por Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Semelhantes em alguns pontos, o fato é que os 3 estados resguardam muitas peculiaridades que garantem uma personalidade própria.

Paraná

O grande destaque do estado é a capital Curitiba, uma cidade que surpreende pela organização e arborização. Outro local que merece uma visita é Foz do Iguaçu.

Curitiba

O simples ato de dar algumas voltas por Curitiba já é muito agradável, principalmente no outono. Para explorar um pouco mais a região, visite o Parque Tanguá, projetado em um espaço anteriormente ocupado por uma pedreira.

Bem amplo, o parque tem um túnel, uma cachoeira artificial e alguns lagos. No alto, os visitantes podem usufruir de uma vista mais ampla de todo o local, bem como lindos jardins.

Terra de relevantes museus, Curitiba abriga o Museu Oscar Niemeyer. No interior, o espaço é dividido por obras de artistas renomados, como Portinari e Tarsila do Amaral.

Pensando nas crianças, elas precisam conhecer o Bosque Alemão, que narra a famosa história de João e Maria. Na ala interna, o local ainda abriga uma biblioteca voltada ao público infantil.

Por fim, não deixe de embarcar no trem que corta a Mata Atlântica até o município de Morretes. Essa viagem é extremamente relaxante e rende ótimas fotos.

Foz do Iguaçu

Independentemente da faixa etária, Foz do Iguaçu é um dos destinos favoritos turistas. O maior responsável por esse efeito são as atrações proporcionadas pelo Parque das Aves.

Nesse parque, as crianças têm a oportunidade de conhecerem saguis. Elas ainda podem avistar aves nativas da Mata Atlântica — muitas delas sob risco de extinção. Um dos pontos altos da visita é o viveiro de aves, no qual é possível se aproximar de tucanos. Imperdível!

Santa Catarina

Uma das marcas da região Sul do país é a influência de diferentes povos europeus que habitaram a área séculos atrás. Quanto mais ao sul, mais esses traços se acentuam. Esse é o caso de Santa Catarina, lembrada como a terra do Beto Carrero World.

Balneário Camboriú e Beto Carrero World

Um ponto forte do estado é o litoral, mais precisamente o renomado Balneário Camboriú. No entanto, se você estiver com a família, o mais indicado mesmo é ir para Penha. É lá que está o Beto Carrero World. O parque temático ainda é o maior do continente latino-americano — tradução: há muita diversão garantida para as crianças!

No balneário, o mar costuma apresentar águas agitadas. Porém, o simples gesto de ficar à beira da praia, apenas curtindo a brisa marinha, já vale a ida.

Florianópolis

Enquanto isso, a capital proporciona uma mescla de passeio histórico com inesquecíveis praias, como a de Joaquina. Quando bater aquela fome, conheça os restaurantes do entorno da Lagoa da Conceição. O delicioso bolinho de bacalhau do Mercadão de Floripa também merece uma degustação.
 

Rio Grande do Sul

Ainda mais ao sul, esse estado merece entrar na sua lista de destinos de cidades serranas. Nesse sentido, dois lugares que merecem a sua atenção são Gramado e Canela.

Ambas devem ser visitadas durante o outono ou inverno. Afinal, a melhor parte da viagem é sentir aquele ar frio e, se possível, ver a neve — a reação de uma criança que vê a neve pela primeira vez é algo impagável. Além disso, essas épocas realçam o charme das cidades.

Em Gramado, visite:

  • Snowland;
  • Mini mundo;
  • Gramado zoo.

Em Canela, não perca:

  • Reino do chocolate caracol;
  • Vale dos dinossauros;
  • Mundo a vapor.

Melhores destinos do Centro-Oeste

Impossível falar em Centro-Oeste sem mencionar o singular Pantanal, situado nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Outro destaque é o município de Bonito (MS). A região ainda nos oferece o belo estado de Goiás e o Distrito Federal.

Mato Grosso do Sul

Esse é um estado que costuma surpreender muita gente devido à organização de algumas cidades, como a própria capital Campo Grande.

Pantanal

Com uma área de 250 mil km², o complexo do Pantanal é uma planície inundável — a mais extensa do planeta. Uma das melhores atrações da região agrada a adultos e crianças: o safári fotográfico. Durante o passeio, é possível ver de perto diversos animais, como:

  • tuiutis;
  • araras;
  • jacarés;
  • jaguatirica.

Bonito

Por sinal, Bonito não deixa por menos. Além de belas e refrescantes cachoeiras, a região ainda proporciona divertidos passeios em botes e caiaques. Entre um deslocamento e outro, prepare-se para encontrar tucanos, araras e outros animais no meio da estrada.

Goiás

Sem dúvida, as pequenas e charmosas cidades de Pirenópolis e Caldas Novas deveriam constar em qualquer roteiro de viagem. Saiba por que! 

Pirenópolis

Além das diversas cachoeiras, a cidade oferece um agradável ar de vilarejo. Não deixe de passar na rua do Lazer, repleta de restaurantes.

Caldas Novas

Caldas Novas é um dos destinos mais visitados do país. O principal motivo é o conjunto de parques com águas termais. Confira o refrescante Water Park, e o calmo Parque Estadual da Serra.

Distrito Federal

No Distrito Federal, Brasília vem à tona como a ilustre capital nacional. Prepare-se para estar no melhor lugar do Brasil para visualizar um incrível céu de 180º. Esse efeito se deve à região, que é um planalto.

Catedral metropolitana

Esse é mais uma amostra da genialidade do arquiteto Oscar Niemeyer. Ao todo, a catedral se sustenta por colunas que apontam para o céu. O desenho lembra o de uma coroa. Entre cada pilastra, a obra é adornada por vitrais, estrategicamente posicionados para embelezarem e iluminarem a ala interna da Catedral.

Chapada dos veadeiros

Essa famosa e bela chapada fica localizada entre o Distrito Federal e Goiás. Uma verdadeira obra de arte, o local reúne a vegetação do cerrado com paredões gigantescos, cachoeiras magníficas e rios de águas cristalinas.

Entenda qual é a melhor temporada para visitar cada região

Região Norte

Ao viajar para a região Norte, prefira o intervalo entre os meses de maio e junho. Nesse período, há uma baixa do nível dos rios. Além disso, trata-se de uma época em que as chuvas dão uma trégua.

Região Nordeste

Considerando que os passeios compreendem a visita de praias, o melhor a se fazer é fugir das chuvas. Para isso, basta programar a viagem entre agosto e novembro.

Região Sudeste

Essa região é caracterizada por verões bem chuvosos. O ideal é visitar de abril a junho. Ao longo desse intervalo, é quase certeza que as chuvas e temporais serão evitados.

Região Sul

No Sul, os verões tendem a ser “invadidos” por temporais passageiros de fim de tarde. As primaveras são propensas a não aliviarem nas chuvas. Então, a melhor época mesmo é o inverno, mais precisamente entre junho e agosto.

Região Centro-oeste

Caso pretenda ir ao Pantanal, é necessário que você defina o que será visto durante a visita. A melhor época é entre os meses de junho e setembro. Isso porque é nesse período que o nível dos rios sofre uma queda. Consequentemente, os animais se expõem mais.

Após conhecer todos esses destinos nacionais, você tem motivos de sobra para planejar a próxima viagem com toda a família! Lembre-se de preparar um bom roteiro e siga em frente!

Para ficar por dentro do universo das viagens e afins, assine a nossa newsletter! Assim, você não perderá nenhum dos nossos conteúdos!