13/03/2019

Independência: confira 8 dicas para mulheres que vão viajar sozinhas

A cada ano, o número de mulheres que embarcam em uma viagem sozinhas aumenta. Para se ter uma ideia, em 2018 a empresa de viagens Trafalgar realizou um pesquisa com mais de 1.000 mulheres nos EUA e o resultado foi que 73% delas consideram que fazer uma trip desacompanhadas as faz sentir mais fortes e poderosas. Além disso, 57% afirmaram que transformação mais marcante foi que fazer uma viagem sozinhas fizeram delas mais amigas dos seus amigos.

Apesar dos números otimistas, muitas mulheres ainda têm receio de viajar sozinhas seja por motivos de segurança, violência ou por medo de serem submetidas a situações constrangedoras. Sem dúvidas, nos dias de hoje, essas questões são uma realidade.

E para que você, mulher, se sinta mais à vontade para encarar uma aventura em um destino diferente sozinha, nós vamos listar 8 dicas para você seguir e poder curtir sua viagem da melhor maneira. Além disso, também vamos mostrar as melhores cidades para esse tipo de turismo. Se liga aqui!

Dicas valiosas

  1. Planejamento

Dê preferência para hotéis que estão localizados no centro da cidade e que sejam pertos de metrô ou pontos de ônibus. Isso faz com que você fique menos tempo na rua após ir ou voltar de um passeio. Outra dica é deixar sua programação ou planejamento de viagem com alguém de confiança.

  1. Informe-se

Pesquise e procure saber onde ficam os postos policiais da cidade e também as áreas mais perigosas. Tenha também sempre em mãos telefones e contatos de emergência, como os de embaixadas.

Não tenha vergonha de pedir informações de segurança na rua a outras mulheres e/ou famílias.

  1. Remédios

Encontrar e comprar remédios no exterior pode ser um problemão. Produtos que você encontra fácil no seu país, podem ser de difícil acesso no destino escolhido para a viagem. Além do risco de serem bem mais caros, não é?

Para evitar isso ao máximo, leve sempre com você aqueles remédios que são usados com frequência ou os que podem ser utilizados em ocasiões adversas.

  1. Bolsa leve

Ao fazer as malas, não exagere na bagagem. Uma mala e uma mochila de mão já estão de ótimo tamanho.

  1. Faça um tour

Quando for passear ou fazer algum tour, leve apenas o necessário, documentos e pertences mais importantes: doleira com dinheiro sempre junto ao corpo, cartão do banco, passaporte e máquina fotográfica (se não for utilizar a do celular).

Dê preferência a bairros seguros e com transporte público. Prefira chegar ao local de dia e procure andar em lugares mais movimentados, com roupas básicas.

  1. Celular, tablet e computador

São objetos que chamam muito a atenção, então, procure usá-los em locais reservados e tranquilos, a fim de evitar roubos.

  1. Redes sociais e internet

 As redes sociais e a internet são ótimos meios para pesquisas sobre horários de ônibus, pontos de táxi, restaurantes, bares, passeios e muito mais.

  1. Confiança

Marque encontros com desconhecidos na luz do dia e em locais movimentados. Se você for importunada ou sofrer algum assédio, não tenha vergonha de dar respostas ríspidas, gritar por ajuda e chamar a polícia.

Melhores destinos

Agora que você já viu algumas dicas para viajar sozinha, é hora de definir o local. Isso pode ser um pouco complicado, portanto, não basta ver preços, diversão e belas paisagens. Você que é mulher, ainda tem que levar em conta se os países têm ideologia machista, ou se possuem altos índices de abusos sexuais.

Então, antes de escolher o seu destino, faça uma pesquisa sobre o índice de violência à mulher, que varia a cada ano.

Para facilitar a sua busca, nós trazemos para vocês uma lista com um dos 8 melhores países para uma mulher viajar sozinha. Confere aí.

  1. Malta

Malta é um arquipélago paradisíaco ao sul do Mediterrâneo e é o primeiro da nossa lista. Em 2018, o destino foi considerado pela Global Market Research Group (uma agência dos EUA que divulga dados sobre opinião pública) um dos locais mais seguros para mulheres.

  1. Austrália

O país, além de tudo o que ele oferece aos turistas, ainda se orgulha de ser um dos que mais respeita as mulheres no mundo. Segundo o Global Market Research Group, os abusos, crimes e assédios onde as mulheres são as vítimas, nas cidades da Austrália, são muito raros.

  1. Canadá

O Canadá assegura o título de 6º país mais seguro do mundo e o 1º das Américas, segundo o Índice Global Paz.

  1. Polônia

Quando se trata de países que mais respeitam as mulheres, a Polônia ganha até mesmo de grandes metrópoles européias como Inglaterra e Itália. É o que diz uma pesquisa feita pelo global New World Wealth e pela Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia (FRA), que estudam estáticas de crimes contra mulheres.

  1. Nova Zelândia

Um país onde quase não existe nenhum registro de assédio as mulheres, nível de pobreza é quase zero e, ainda, é baixo o nível de corrupção, além de possuir saúde e educação de qualidade. O destino é um dos que está na lista do Índice Global da Paz.

  1. Áustria

A Áustria é reconhecida por ter um excelente nível de segurança e alto padrão de vida de sua população, sendo o destino que está em primeiro lugar no ranking de qualidade de vida dos países da União Europeia. Segundo o Portal das Comunidades, do Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Áustria apresenta baixos níveis de criminalidade em todo o seu território.

  1. Suíça

A Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, fez um estudo recente e listou os 30 melhores países para se viver no mundo, levando em consideração o relato de mais de 21 mil pessoas do mundo inteiro. Com o tópico “segurança” entre os principais considerados na pesquisa, a Suíça lidera o ranking.

  1. Croácia

Apesar de toda a história de guerra da ex-Iugoslávia, que culminou no nascimento da Croácia, o país é destaque no quesito valorização da mulher. O relatório do Instituto Europeu de Igualdade de Gênero indicou que a Croácia é o terceiro país do continente com menos feminicídio.

Agora, só nos resta desejar a você uma ótima viagem. Apesar de todos os cuidados que uma mulher deve tomar em uma viagem sozinha, curta ao máximo os passeios. O medo não pode impedir que uma mulher seja independente. Entre em contato com a Agência de Viagens Bancorbrás e formate o melhor pacote para você.

,